“Preservando a memória e construindo sinergias em REDE.” 

A preservação dos bens históricos materiais e imateriais, base significativa da memória, apresenta-se como uma necessidade singular para todas as instituições. A história e a memória de civilizações, cidades, culturas e povos estão presentes na própria história da Igreja. A Igreja em sua história revela um cuidado especial em relação à preservação dos seus bens materiais e imateriais, não somente como uma necessidade administrativa, mas como uma contribuição efetiva para a sociedade. Do mesmo modo a história e memória da Igreja Católica Romana constitui-se um patrimônio de toda a humanidade.

Nos 200 anos de existência, a vida do Instituto Marista, fundado por Marcelino Champagnat, constitui-se em uma história importante. Ela funciona como um farol bidimensional, lança luzes para o passado e orienta o caminhar para o futuro. Ela possibilita a vivência memorial da história, rumo a um novo começo. O Brasil Marista é parte importante da história do Instituto. Nos mais de 100 anos de experiência em terras brasileiras, Irmãos, Leigas e Leigos deram corpo aos princípios sonhados por Champagnat. Eles são mantidos e preservados por meio dos arquivos das unidades educacionais e sociais, comunidades, províncias, museus, historiais, memoriais e Centros de Memória espalhados pelo mundo, presentes em diversas Províncias e Regiões do Instituto. Há uma grande riqueza de acervos históricos que revelam a diversidade da história e memória do Instituto. Reconhecendo essa riqueza e decidindo pela continuidade da preservação da história e da memória da vida marista no mundo, o Instituto propõe a criação de uma Rede de Centros de Memória Marista, que possibilite ações e experiências conjuntas, que visem a guarda, a gestão e o compartilhamento de informações dos bens históricos constituídos nos últimos 200 anos.

A Rede de Centros de Memória Marista, se inicia no Brasil Marista com o objetivo de integrar as experiências existentes na Região América Sul e no  Instituto. A Rede de Centros de Memória nasce como uma possibilidade a ser construída comunitariamente – elemento basilar de sua própria identidade.

OBJETIVO

Qualificar a gestão dos acervos culturais e espirituais do Instituto Marista, aperfeiçoando o registro das histórias locais, em vista da preservação, valorização e difusão do legado Marista em diferentes partes do mundo nos campos da evangelização, educação e cultura.

MISSÃO

Promover a articulação em Rede dos Centros de Memória Marista, fomentando o registro e a preservação do patrimônio histórico-cultural-espiritual por meio da cooperação, do intercâmbio, de tecnologias, do acesso à pesquisa, da difusão e do compartilhamento da informação, da formação de pessoas e da integração de serviços, fortalecendo a vivência do carisma e a missão do Instituto Marista na Igreja e na sociedade.

VISÃO

Até o ano 2021, a Rede dos Centros de Memória Marista será reconhecida como um organismo que aprende, que inspira, que motiva, que orienta as Províncias e Regiões do Instituto Marista a preservarem o patrimônio cultural-espiritual a partir de práticas eficazes e colaborativas.